O branding é uma estratégia que está intimamente associada com a gestão de marketing. Atrair consumidores para a sua marca de maneira única, exclusiva e especial é um dos principais objetivos das ações de branding.

No entanto, criar uma conexão emocional com o consumidor não é algo que possa ser feito a curto prazo, por isso é importante ter planejamento, foco, dedicação e, principalmente, se manter atualizado com o mercado.

Neste post, você vai conhecer cinco erros de branding e como fazer para evitá-los, a fim de turbinar as suas estratégias de marketing:

1. Não ter uma identidade visual exclusiva

Parece óbvio, mas a exclusividade é que vai fazer você se diferenciar dos concorrentes. A identidade visual é extremamente importante para a construção do conceito da marca. O logotipo da empresa precisa ser um símbolo exclusivo que reflita a ideia do seu negócio.

Busque uma fonte ou tipografia que seja legível e, ao mesmo tempo, com um toque pessoal. Valorize as formas.

Quanto à padronização das cores, evite exageros e tampouco copie a concorrência. Existem muitas cores harmoniosas que podem ajudar a fixar a identidade da sua marca. Seja único.

2. Fazer pouco uso da identidade visual

A identidade visual contribui para que a sua empresa seja sempre lembrada.

Estampe a identidade da marca na fachada da loja, nos uniformes dos colaboradores, impressos, mídias sociais e materiais de divulgação.

Não esqueça de incluir também informações que possam dar oportunidade de uma interação com o consumidor, como endereço do site, blog, redes sociais, etc.

3. Ignorar o marketing digital como estratégia

Durante muito tempo, o marketing tradicional contribuiu para as ações de estimular o conceito da marca. O consumidor de hoje mudou. Ele não se sente mais tão atraído por publicidade em revistas e dificilmente vai comprar um produto apenas porque viu um comercial de TV.

O marketing digital é uma oportunidade que nasceu da demanda de usuários na internet, que vem crescendo diariamente. São muitas as formas de se manter conectado nos dias atuais, seja por meio de computadores, tablets, smartphones e smart TVs. Só no Brasil, os usuários de internet via celular ultrapassaram 80 milhões de pessoas.

Com a identidade visual pronta, não hesite em pesquisar quais redes sociais o seu público costuma utilizar e marque presença na internet. Coloque o logotipo bem destacado no perfil da fanpage no Facebook e construa um layout bacana para a capa.

4. Não produzir conteúdo relevante

Se você colocar um outdoor em um ponto estratégico da cidade para divulgar uma campanha, certamente a mensagem atingirá algumas pessoas que passarão por lá.

Com uma infraestrutura simples e de baixo custo, é possível potencializar esses resultados. Produzir conteúdo para a internet é a melhor maneira da marca ser vista pelos consumidores que estão em busca de informação e entretenimento na web.

Procure saber quais são as dúvidas do seu público, dores, expectativas, sonhos. Produza conteúdos criativos, como artigos, vídeos, crie gifs ou imagens que sejam de interesse das pessoas e que, ao mesmo tempo, façam um gancho com o seu negócio. Em poucos meses, o engajamento com a sua marca vai aumentar.

5. Não monitorar os resultados

Uma estratégia nunca é linear ou imutável. Para que você seja capaz de direcionar suas ações de acordo com o momento, é preciso acompanhar os resultados.

É preciso saber, por exemplo, quais os artigos mais acessados, a quantidade de visualizações de uma campanha audiovisual, conhecer as taxas de conversão, entender o que está e o que não está funcionando para evitar falhas no decorrer do processo. Enfim, ter uma visão panorâmica do marketing para ter mais condições de administrá-lo de forma prática e inteligente.

E então? A sua empresa está cometendo algum desses erros na gestão de branding? Ficou com alguma dúvida? Comente este post ou entre em contato com a gente, vamos adorar te conhecer!

[email protected] | + 55 48 3304-6549